Arquivo da categoria: Budapeste

Tá na mesa: Budapeste’s Favorite.

Conhecida com a Rainha do Danúbio, a cidade de Budapeste é dividida pelo rio imortalizado na música Danúbio Azul de Johann Strauss. Na parte mais alta da cidade está Buda, com o seu famoso castelo e as construções mais antigas. Na margem direita, totalmente plana, está Peste. Ambas as cidades foram unificadas em 1873, sob o regime do império Austro-Húngaro.

Sem dúvida, uma cidade que vale uma visita na sua próxima ida à Europa, tanto culturalmente, como gastronomicamente falando. Mas, como esse post é sobre comida, seguem algumas sugestões de restaurante na cidade:

Bom Apetite!

Abs,

Tauan

COSTES: Um dos melhores restaurantes que eu já comi. O chefe português Miguel Rocha Vieira apresenta uma comida extremamente visual e criativa, a la El Bulli, restaurante onde trabalhou junto com o  mega-chefe Ferran Adriá. Olha que eu nem sou tão fã desta onda de comida molecular! Todos os pratos estavam excelentes, apesar das porções serem extremamente reduzidas. Mas não se preocupe que no final você estará satisfeito! Mas se prepare! Salgado aqui mesmo é a conta.

$$$$

4 Ráday Utca . Tel: 36 1 219 0696

www.costes.hu 

Nhoque de queijo de cabra, espinafre e pignole.

Confit e Magret de Canard.

Monkfish com couscous de goulash.

Hallibot com purê de couve-flor e limão.

Fondant de chocolate Valhona com sorvete de amendoim.

“Tiramissu” à moda do chefe.

Nova versão para “Perâ Belle Helene”

BARAKA: Outra ótima opção para jantar. O restaurante fica dentro do Hotel Andrássy e tem um ambiente descolado. A comida também não decepciona. Não deixe de provar de entrada as vieiras envoltas na pancetta com purê de couve -flor ou o tartar de salmão com strudel de queijo de cabra. Como prato principal, recomendo a costeleta de cordeiro com grão de bico e tzatziki (Iogurte com pepino – tempero tradicional na Grécia) e o “ossubuco” de vitelo acompanhado de nhoque (esse prato é bem pequeno). Para finalizar, trilogia de creme brulé.

$$$

Andrássy Hotel – 111 Andrássy út , Pest, District VI. Tel: 36 1 483 1355

www.barakarestaurant.hu

Tartar de salmão.

Foie Gras grelhado com pera.

Vieiras com bacon estilo “Club Sandwich”.

Bacalhau com purê de batatas e legumes.

Nhoque com Ossobuco.

Costeleta de cordeiro com risoto de grão de bico.

Peito de pato com stick rice.

Trilogia de Creme Brulé

RÉTESHÁZ: Próximo à maior igreja da cidade (São Estevão), fica esse restaurante especializado no preparo do famoso Gulash, um dos pratos mais tradicionais da culinária Húngara. Otima opção para o almoço. Além dos clássicos húngaros, o Rétesház  também é a primeira casa de Strudel da cidade. O mais interessante é que, além dos tradicionais sabores doces, o restaurante incorporou à técnica alemã, ingredientes salgados. Gostamos tanto deste restaurante que acabamos indo dois dias seguidos.  Além do Gulash, prove a costeleta de cordeiro com Strudel de cogumelo ou o bife Wellington com purê de batatas. Além do clássico Strudel de maçã, o meu preferido foi o de cereja com queijo cottage.

3 Comentários

Arquivado em Budapeste, Budapeste