Arquivo da categoria: Hotel

Top Hotel: ACE Hotel-NY

Não quero parecer que descobri a America, até porque este hotel está longe de ser a última novidade de NY, mas você já conhece o Ace Hotel?

Ace Hotel New York

Poucos brasileiros gostam de se aventurar para a região que eu gosto de chamar de “Lower Midtown” (mesmo não existindo exatamente esta definição). O ponto é, o hype fica logo ali! Na 29th, entre a 5av. e a Broadway. Ele não é um hotel boutique, até porque os seus donos não saibam exatamente o que isso significa. Também não chega a ser um hotel design, já que você não vai encontrar uma peça sequer do Phillipe Stark ou do Karim Rashid perdida entre o lobby e o elevador. Aqui é “acrílico free”. Então o que é? Em qual categoria se encaixa o Ace Hotel? Acho que está mais para decadence avec elegance!

Ace Hotel New York

O prédio de 1904 foi totalmente reformado pela empresa de design Roman & Williams, e preserva ainda um ar industrial do período da lei seca. Já os quartos têm um que de anos 20 com rock&roll. Tudo simples, mas de muito bom gosto. Falando em rock, nos quartos há uma guitarra à disposição dos hóspedes. Então é só se hospedar e libertar o rockstar dentro de você!

Ace Hotel New York Loft room

O preço é a melhor parte. Tem para todos os bolsos! O quartos são divididos em small, medium e large. Ainda há as opções extremas, para as pessoas que estão faltando ou sobrando $$$, como o bunker e o loft.  O Double Medium (que acomoda até 4 pessoas) custa em torno de 250 dólares a diária.

Ace Hotel Medium Room

Ace Hotel Medium Room

Ace Hotel Bunk Room

O lobby já virou hotspot do happyhour nova-iorquino. Recomendo a bebida de vodka, champagne e licor de hibiscos!  E no fim de semana, freqüentemente rolam apresentações de bandas locais. Resumindo, o lugar lota!

Lobby Ace Hotel

Fica lá também o restaurante THE BRESLIN, de April Bloomfield and Ken Friedman, a.k.a The Spotted Pig. O restaurante é parada obrigatória na cidade. Não deixe de provar o hamburguer de cordeiro com queijo feta! Sensacional. Eles ainda servem um café da manha para inglês nenhum botar defeito. Ovos, lingüiças, panquecas de limão e por aí vai… Já que você está de férias, não é hora de pensar em dieta!

Restaurante The Breslin Ace Hotel

Restaurante The Breslin Ace Hotel

Por falar em comida, o hotel tem ainda uma filial do famoso café STUMPTOWN COFFEE ROASTERS (prove a rabanada de amêndoas, bastante doce, but who cares?), o restaurante ou  bar de frutos do mar THE JOHN DORY e a casa de sanduiches NO. 7 SUB SHOP. Tá bom ou quer mais?

Stumptown Ace Hotel

The John Dory Ace Hotel

Mas já que NY não é nada sem compras, fica ali mesmo, dentro do hotel, uma das filiais da loja mais hype da cidade, a OPENING CEREMONY e a loja conceito PROJECT NO.8.

Openning Ceremony Ace Hotel
Resumindo, um hotel pra-lá de Cool. Loby cool, quarto cool, hóspede cool, funcionários very very cools. Ufa, faz a gente até sentir falta de um ro-co-có. Na sua próxima ida a NY, partiu Ace Hotel!

4 Comentários

Arquivado em Hotel, New York, New York

Caminho da Índia! Parte II

JAIPUR:

Centro de Jaipur

Para sair de Agra e seguir rumo à capital do Rajastão, Jaipur, infelizmente, a melhor maneira é via terrestre. Os vôos que fazem esse trecho normalmente atrasam muito ou são cancelados de última hora. Então, para você não ser pego de surpresa, o jeito é respirar fundo e encarar os poucos 230km de estrada que serão realizados em longas 6 horas de viagem! Bem-vindos a Índia!

Centro de Jaipur

Centro de Jaipur

Jaipur é conhecida como a cidade rosa. Cá entre nós, está mais para terracota desbotada, mas tudo bem! Confesso que fui a Jaipur completamente leigo. Tinha lido pouco sobre o lugar e o meu conhecimento limitava-se às descrições dos guias de viagem como a capital do estado dos Marajás e a cidade rosa da Índia. Logo me veio à cabeça a imagem, quase lúdica, de uma cidade pequena, com palácios e ruelas. As expectativas foram um pouco altas demais!

Centro de Jaipur

Claro, a cidade é rosa, pelo menos o centro antigo. Mas posso dizer que em termos de limpeza e organização, a favela da rocinha dá de mil a zero.  Somente a fachada do Hava Mahal ou  Palácio Dos Ventos e do mercado central são dignos de elogios, mas só!

Outra famosa atração da cidade é o Amber Fort. O forte construído no ano de 1727 impressiona pelo tamanho e pelos detalhes de sua construção. Turista ou não, o grande programa é subir o palácio na garupa de um Elefante!

Amber Fort Jaipur

Onde Ficar:

Uma ida a Jaipur já vale, caso você possa ficar no Rajvilas. Uma espécie de oásis no meio da cidade. O hotel é realmente impressionante e está sempre na lista dos melhores hotéis segundo a Cond Nast Traveller. A experiência ainda é melhor caso você fique em uma das tendas inspiradas nos antigos abrigos de caça dos Marajás.

Oberoi Rajvilas

Oberoi Rajvilas

UDAIPUR:

Cidade de Udaipur

Vista do palácio de Udaipur

A viagem segue pra Udaipur, localizada à 1 hora de vôo de Jaipur.  Conhecida como a “cidade dos lagos”, ou ainda como a “Veneza do Oriente”, Udaipur é considerada uma das cidades mais rica da Índia, e a sua população de 500 mil habitantes é bem pequena para os padrões do país. De todas as paradas da viagem, esta, sem dúvida, foi a cidade com a menor concentração de vacas nas ruas!

Cidade de Udaipur

O principal lago da cidade é o Pichola onde está localizado um dos hotéis mais luxuosos da cidade, o Taj Lake Palace. Por ser uma cidade altamente turística, muitos dos palácios da cidade foram convertidos em hotéis.

Taj Lake Palace Udaipur

Taj Lake Palace

 A grande atração da cidade é o complexo do City Palace, que iniciou a sua construção em 1559. Além disso, a cidade oferece diversas opções de artesanatos em mármore branco, a grande riqueza local. Uma cidade tipicamente indiana, sem a confusão e o caos indiano. Uma cidade que vale a visita!

Onde Ficar:

A competição é acirrada. Difícil determinar o melhor da cidade. A briga fica sempre  entre o Taj Lake Palace e o Udaivilas. Eu fico com o Udaivilas! O hotel, localizado à beira do lago Pichola, tem uma das mais belas vistas da cidade. Além de contar com um serviço impecável e um dos melhores spas da Ásia.

Oberoi Udaivilas

Oberoi Udaivilas

Oberoi Udaivilas

Quarto com piscina privada!

PENCH NATIONAL PARK:

 

Pench National Park

De Udaipur seguimos rumo ao Parque Nacional de Pench, terra dos tigres de   Bengala. Poucas pessoas sabem, mas é possível fazer uma experiência de Safári em plena terra de Ghandi. Mas para chegar requer um pouco de esforço.  Primeiramente é preciso voar de volta para Jaipur e de lá pegar uma conexão para a cidade de Nagpur. De lá, o percurso de 4 horas é feito de carro até o coração da reserva de Pench.

Pench National Park

Sem dúvida o parque nacional mais famoso do país é o Rathambore. Mas, no momento de escolhermos o local do safári, o nosso consultor de viagem nos alertou que o Rathambore estava mais para um safári na África do Sul e o parque de Pench, para um safári no Quênia. Isto quer dizer, mais preservado.

O Lodge escolhido foi Baghvan Pench, de propriedade da maior e melhor operadora de lodges da Africa, a &beyond. Como todo safári, o sistema é de pensão completa, com direito a 2 games por dia. Todos os bangalôs contam com um banheiro interno e outro externo, além de um terraço onde você pode dormir escutando todos os barulhos da floresta. Algo que eu não recomendo muito. Garanto, os barulhos são muitos!

&Beyond Lodge Baghvan Pench

&beyond lodge Baghvan Pench

Pench National Park

Devo dizer que a experiência de um safári na Índia é altamente válida para quem nunca teve fez um safári na África antes. Se não for este o seu caso, provavelmente o passeio será um pouco monótono! A quantidade de animas é infinitamente inferior ao visto na África e você terá que ter muita sorte para ver um tigre. Nos dois dias em que ficamos lá, ou seja, 4 games,  conseguimos avistar um tigre somente uma única vez!

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Índia, Hotel, Jaipur, Pench National Park, Udaipur

Top Hotels: Praga

Conhecida como a Pérola do Oriente, Praga é sem dúvida um destino imperdível e ainda um pouco mais acessível que os demais destinos da Europa Ocidental. Mas corra que o Euro vem ai!

Resolvi mostrar aqui as melhores opções de hospedagem na cidade. Mas primeiramente tenho que esclarecer alguns fatos. Caso você esteja planejando uma visita a Praga, existem somente dois bairros que você deve ficar. Ambos na região mais antiga da cidade, onde estão localizados todos os monumentos e os melhores restaurantes. Resumindo, é em Old Town que tudo acontece! Na verdade a chamada cidade velha é dividida em dois bairros pelo rio Vltava. De um lado da famosa Charles Brigde, fica Staré Mesto bairro que abriga a famosa praça central de Praga (Aquela com a Igreja que lembra os castelos das bruxas de desenho animado).  Do outro lado fica Malá Strana, bairro que abriga o Castelo. Ficando em um desses dois bairros, você poderá fazer tudo a pé.

Charles Bridge e o Catelo de Praga em Malá Strana.

Praça central de Praga em Staré Město.

 

Augustine Hotel – Letenská 33/12/33 – Malá Strana, Tel:266 112 233

www.theaugustine.com

Four Seasons – Veleslavínova 2a/1098 – Staré Město  Tel:221 427 000

www.fourseasons.com

Mandarin Oriental –  Nebovidska 459/1 – Mala Strana, Tel: 233 088 888

www.mandarinoriental.com/prague

Maximilian – Haštalská 14 – Staré Město,  Tel: 225 303 111

www.maximilianhotel.com

Josef – Rybná – Staré Město,  Tel: 221 700 901

www.hoteljosef.com

Ibis Old Town –  Na Porici 5, –  Staré Město,  Tel: 266 000 999

http://www.ibishotel.com/pt/hotel-5477-ibis-praha-old-town/index.shtml

PS: Sim minha gente Ibis!  Sem dúvida a melhor barganha da cidade. Os quartos são sempre os mesmo – pequenos, sem frigobar ou serviço de quarto. Mas no caso deste hotel, ele custa menos do que vale. Por menos de 100 euros por dia, você fica exatamente a menos de 5 min da entrada da cidade velha e ainda é vizinho de um dos maiores shoppings da cidade, o Palladium.  Melhor que isso, só dois disso. Mas cuidado, a cidade tem cinco Ibis, procure pelo Old Town!

 

6 Comentários

Arquivado em Hotel, Praga

Guia 101 de Hotéis.

Continuando a nossa lista dos 101 Hotéis Para Conhecer Antes De Morrer…porque sonhar ainda é de graça.

6- Fazenda São Francisco do Corumbau: Corumbau,Brasil

www.corumbau.com.br

7- Esplendor: El Calafate, Argentina

www.esplendorelcalafate.com

8- La Posta Vecchia: Próximo de Roma, Itália

www.lapostavecchia.com

9- Le Royal Mansour: Marrakech, Marrocos

www.royalmansour.com

10- North Island: Ile du Nord, Seychelles

www.north-island.com

1 comentário

Arquivado em Guia 101, Hotel

101 Hotéis Para Conhecer Antes de Morrer.

Neste fim-de-semana, depois de visitar a Travel Week e inspirado no famoso guia de viagens 1001 Lugares Para Conhecer Antes De Morrer, resolvi fazer o meu próprio guia de hotéis. Como não seria possível indicar 1001 estabelecimentos, reduzi o numero para 101. Começa agora no Farra Fina a lista dos 101 Hotéis Para Conhecer Antes De Morrer, não necessariamente nesta ordem…  até porque sonhar não custa nada!

Abs,

Tauan

1- Romaneira: Douro, Portugal  

http://www.maisondesreves.com

2- Il Pelicano: Porto Ercole,Itália

http://www.pellicanohotel.com

3- Makenna Resort: Ilhéus, Brasil

http://www.makenna.com.br

4- Tierra Atacama: San Pedro de Atacama, Chile

http://www.tierraatacama.com

5- Amankora: Paro,Butão

http://www.amanresorts.com/amankora/home.aspx

Deixe um comentário

Arquivado em Guia 101, Hotel

Top Hotel: Buenos Aires

Sem dúvida alguma, a oferta hoteleira na capital argentina é infinitamente superior em comparação com qualquer de nossas cidades. As opções são muitas e para todos os bolsos! Agora é só fazer a mala.

Abs,

Tauan.

Algodon Mansion – Provavelmente o hotel mais exclusivo da cidade, este pequeno hotel boutique localizado junto a Recoleta conta somente com 10 suítes, com serviço de butler 24 horas, além de uma adega em casa quarto com vinhos produzidos pela própria bodega Algodon.

http://www.algodonmansion.com

Palacio Duhau – De propriedade da rede hoteleira Park Hyatt, este é provavelmente o mais bonito e mais bem localizado hotel da cidade, construído num antigo palácio francês de 1932. Deste hotel, você provavelmente poderá fazer tudo a pé.

http://www.buenosaires.park.hyatt.com

Alvear Palace – O hotel mais clássico da cidade. Ele equivale ao Capacabana Palace do Rio de Janeiro. Acho até um pouco clássico de mais, mas isto é uma questão de gosto. Não faço o gênero tradicional.

http://www.alvearpalace.com

Four Seasons  – Também localizado na região da Recoleta, ele fica próximo ao Shopping Patio Bullrich, o mais exclusivo da cidade. O hotel, construído numa antiga mansão, foi totalmente reformado pela rede Four Seasons, na minha opinião uma das melhores redes de hotel do mundo. Mas não acho a sua localização das melhores.  

http://www.fourseasons.com/buenosaires

Faena hotel – Projetado pelo designer francês Phillipe Stark (as pessoas ou amam ou odeiam os seus projetos. Eu sou suspeito, pois sou fã confesso), este hotel foi construído num antigo moinho de trigo no final do Puerto Madero. Trata-se de um dos projetos mais ousados de Stark. Confesso que não é um hotel para todos os gostos. A sua localização também não é das melhores, mas vale lembrar que taxi lá é barato.

http://www.faenahotelanduniverse.com

Serena Hotel – Aberto no final do ano passado, da mesma rede do famoso hotel de Punta Del Leste. Este hotel não hospeda menores de 16 anos e tem uma tarifa por volta de 300 dólares. Uma boa opção para quem quer gastar um pouco mais e não está disposto a pagar pelas opções acima.

http://www.serenahoteles.com

Casa Sur – Na minha opinião o melhor custo/benefício da cidade. Este pequeno hotel- boutique localizado na Recoleta tem uma tarifa por volta de 250 dólares. Um dos meus hotéis preferidos na cidade. Além de ser membro do Small Luxury Hotels of the World.

http://www.casasurhotel.com

Hotel Madero –Este hotel está localizado dentro do Puerto Madero, a área mais turística da cidade. Como já falei aqui, não é a melhor localização, principalmente porque os restaurantes nesta área, na sua maioria são caros e não correspondem às expectativas. Mas este hotel design também é uma boa opção na relação custo/benefício, com diárias a partir de 220 dólares.

www.hotelmadero.com

NH Hotel Crillon – Uma excelente opção para quem quer gastar pouco em hospedagem. Próximo a turística Calle Florida, este hotel tem diárias a partir de 140 dólares. Peça o quarto Junior Suite, a diferença de valor, faz também a diferença no tamanho dos quartos. O hotel é simples, mas os quartos satisfatoriamente confortáveis.

1 comentário

Arquivado em Buenos Aires, Hotel

Tá na mesa: Locanda Verde – NY

Já tinha ouvido diversos elogios desta tratoria italiana no TriBeCa, comandada pelo chefe Andrew Carmeline (ex – Gramercy Tavern e Café Boulud). O Locanda Verde fica dentro do excelente The Greenwich Hotel (esqueci de colocá-lo na lista de hotéis) de propriedade do ator Robert De Niro. A comida é realmente boa, e o ambiente super agradável. Uma ótima opção para o almoço.  Onde, dependendo da hora, não precisa nem de reserva, algo raro na cidade. De entrada, eu pedi o Steak Tartar trufado (muito bom!). De prato principal comi Oricchette com liguiça caseira de pato e brócolis, uma delícia. Para finalizar, torta de chocolate com pistache (e não me venha com fruta, porque fruta não é sobremesa!). Vale a pena uma visita!

Steak Tartar trufado.

Oricchette com liguiça de pato e brócolis.

Torta de chocolate e pistache.

The Greenwich Hotel:

Abs,

Tauan

Locanda Verde – 377 Greenwich Street – (212) 925-3797 – www.locandaverdenyc.com  

The Greenwich Hotel – 377 Greenwich Street – (212) 941-8900 – www.thegreenwichhotel.com

2 Comentários

Arquivado em Hotel, New York, New York, Restaurante

Top Hotel: New York

Entrada do The Standard Hotel

Como o carnaval está logo aí e o dólar está baixo, isto significa que uma penca de brasileiros, incluindo a minha pessoa, deve desembarcar em NY neste próximo feriado.  Então para você que resolveu fugir da Sapucaí, do circuito Barra/Ondina ou principalmente do Sambódromo paulistano (se é que alguém vai ver desfile de escola de samba em São Paulo!!!), segue uma sugestão de hotéis legais na cidade.

Espero que gostem.

Abs,

Tauan

The Mercer Hotel – Este hotel fica no coração do Soho, perto das melhores lojas da cidade.  No seu subsolo fica o The Mercer Kitchen, um dos meus restaurantes preferidos na cidade.

147, Mercer Street – ww.mercerhotel.com

The Standard – Os quartos são pequenos, mas a vista vale cada centavo. Se possível reserve os Superior Rooms, que tem vista para o rio Hudson. No 18° andar fica Boom Boom Room – uma das melhores noites da cidade, além do restaurante The Standard Grill.

848 Washington Street – www.standardhotels.com

The Ace Hotel  – Uma excelente opção custo benefício. A sua localização não é a melhor, mas nada em NY é longe. Todos os quartos tem uma guitarra e o  Lobby Bar é super animado no Happy Hour. Lá fica o excelente restaurante The Breslin, do famoso café Stumptown Coffee Roasters e da estilosa loja de roupa Opening Ceremony.

20 West, 29th Street – www.acehotel.com/newyork

Crosby Street Hotel  – A nova opção de hospedagem no estiloso bairro do Soho.

79 Crosby Street – www.firmdale.com

Chambers – Para que prefere ficar em Uptown (definitivamente eu prefiro ficar mais pra baixo, mas gosto não se discute!).

15 West 56th Street – www.chambershotel.com

The Gramercy Park Hotel – Este hotel tem uma arquitetura única. Dentro deste hotel ficam os famoso The Rose and The Jade Bar e o restaurante italiano Maialino.

2 Lexington Avenue – www.gramercyparkhotel.com

The Gansevoort Park – Outra excelente opção para quem quer ficar em Uptown. Este hotel abriu no final do ano passado.

420 park Avenue – www.hotelgansevoort.com

The Bowery  Hotel – Este hotel deu inicio á revitalização do bairro de Lower East Side. Neste hotel fica a famosa trattoria Gemma.

 335 Bowery – www.theboweryhotel.com

Mondrian Soho – O mais novo hotel aberto no Soho, agora em Fevereiro, faz parte da rede Morgan’s Group. 

9 Crosby Street – www.mondriansoho.com

Hotel on Rivigton – Este hotel é uma ótima opção, para que quiser ficar na região do Lower East Side. Os quartos laterais têm uma das vistas mais bonitas da cidade.

107 Rivington Street – www.hotelonrivington.com

9 Comentários

Arquivado em Hotel, New York

Rio 40 graus!

Para mim, não existe cidade melhor para se passar a semana do que São Paulo (ok, talvez NY, mas essa é hors concours), mas definitivamente não existe cidade melhor do que o Rio de Janeiro para se passar o fim de semana.   Ir à praia do Leblon (atualmente freqüento o posto 12, mas já fui do posto 10), tomar mate com limão do galão, comer biscoito globo – doce é claro!, fazer o almoço pós praia no Gula-Gula (como já disse antes, o Serafina carioca) e depois  ir beber no Jobi (único boteco/bar que eu conheço que faz caipirinha de maracujá coada?!?!). Como disse o grande Tom Jobim “Morar em Nova York é bom, mas é uma merda. Morar no Rio é uma merda, mas é bom”. Nunca morei no Rio, mas os meus fins de semanas lá são sempre excelentes.

Caso você esteja de viagem marcada a cidade Maravilhosa, segue algumas dicas:

ONDE FICAR:

Hotel Fasano – Para mim, o melhor hotel da cidade. Os quartos são pequenos, e os laterais têm vista pro nada, mas a piscina vale cada centavo. Às sextas, é no bar do hotel (Londra) que rola a noite carioca (que infelizmente inexiste, mas tudo bem, o Rio é uma cidade diurna).  www.fasano.com.br

A piscina que vale a diária.

Copacabana Palace – Um marco da cidade. Este hotel é administrado pela Orient Express, tem os melhores quartos da cidade, mas infelizmente a sua localização não ajuda muito. Ficar hoje em Copacabana é o mesmo que querer ficar na Times Square em NY. Ruim não é, mas também não é bom. 

 www.copacabanapalace.com.br

Palladium – Muito bem localizado. Fica no coração do Leblon, a duas quadras da praia e perto de vários restaurantes. O melhor custo benefício da cidade.              

www.hotelpalladium.com.br

Z.Bra Hostel – O primeiro albergue “boutique” da cidade, ele está localizado ao uma quadra da praia do Leblon e conta com quartos que acomodam de 2 a 9 pessoas, com uma diária de R$50,00 a R$250,00.      

www.zbrahostel.com

Hall do Z.Bra Hostel

O quarto comunitário que acomoda até 9 pessoas.

Hotel Santa Teresa – Este hotel, localizado no coração do bairro de Santa Teresa, foi construído numa antiga sede de fazenda colonial. O único hotel Relais&Chateaux da cidade, onde todos os quartos tem vista para a baía de Guanabara ou para a cidade do Rio de Janeiro.

 www.santa-teresa-hotel.com    

Quarto do hotel Santa Teresa.

A piscina tem vista para a cidade.

Mama Ruisa – Também localizado no bairro de Santa Teresa, este pequeno hotel boutique construído numa pequena casa, conta com apenas 7 quartos.

 www.mamaruisa.com 

O charme francês na bohemia corioca. O preço é um pouco salgado!

ONDE COMER:

Zuka – O meu restaurante preferido. No almoço, durante a semana, eles servem um menu executivo pelo valor de R$60,00, onde você pode escolher qualquer entrada, prato e sobremesa do cardápio. Peça o peixe no sal grosso com molho de amendoim e curry e de sobremesa ovos moles com sorvete de canela ou o brigadeiro quente com biscoito de maisena. Rua Dias Ferreira, 233 – (21) 3205-7154 

Sushi Leblon – O japonês mais famoso da cidade. Vive lotado, então tem que ter paciência para sentar. Peça o harumaki de camarão, o tartar de atum gordo e a dupla de ovo de codorna frita com azeite trufado. Rua Dias Ferreira, 256 – (21) 2512-7830

Aprazível – Localizado no bairro de Santa Teresa, este restaurante tem um dos melhores ambientes da cidade, e a comida é excelente. Rua Aprazível, 62 – (21)25089174

Aprazível – uma das melhores comidas do Rio e com direito a vista.

Gula Gula – A comida é boa, nada excepcional, mas todo mundo gosta. Não deixe de pedir os pastéis de queijo brie de entrada, o carpaccio de salmão e o mousse de chocolate de sobremesa.  Avenida Henrique Dumont, 57, Ipanema – (21) 2259-3084 e outros 11 endereços.

Térèze – Restaurante francês com toque brasileiro, comandado pelo chefe francês Damien Montecer (ex Gordon Ramsay, Alain Ducasse, Garcia & Rodriguez). Fica dentro do Hotel Santa Teresa. Rua Almirante Alexandrino, 660 – (21) 21 3380-0220

O ambiente do Tèréze, dentro do Hotel Santa Teresa.

Miam Miam – Este pequeno restaurante, no bairro de Botafogo, serve segundo o conceito  “confort food”. O ambiente é super agradável. Rua Gal Góis Monteiro, 34  -(21) 2244-0125

O ambiente descolado e a “confort food” do Miam Miam.

Botiquim – Localizado também no bairro de Botafogo, este restaurante serve uma comida com toque caseiro, daquelas que a gente gosta de comer em casa, como picadinho, escondidinho, etc… Mas o melhor é o tornedor café paris, que vem servido com  batata rosti. De sobremesa peça o floresta negra (bolo de mousse de chocolate quente). Um excelente custo benefício para o almoço. Rua Visconde Caravelas, 184 – (21) 2286-3391

Alessandro e Frederico – Localizado em Ipanema, a comida lembra um pouco a do restaurante Ecco de São Paulo (parece esquentada no microondas). Mas o ambiente da varanda é agradável e o couvert com pães feitos no próprio local e bem gostoso.  Rua Garcia D’ávila, 134 – (21) 2521-0828 ‎

Escola do Pão – O melhor café da manhã que você irá comer na sua vida! Provavelmente os cariocas irão dizer que o concorrente Talho Capixaba é melhor. Não acredite! O preço é salgado, R$65,00, mas vale cada centavo. Aliás, recomendo nem jantar no dia anterior, pois provavelmente você vai sair de lá passando mal de tanto comer. Rua Gal Garzon, 10 – (21) 2294-0027

Saduiches da Escola do Pão - coma sem cautela!

8 Comentários

Arquivado em Hotel, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Top Hotel: Paris – Philippe Stark para todos os bolsos!

Fechado em 2008, o 6° e último palácio-hotel de Paris (os demais são o Hôtel de Crillon, o Le Meurice, o Le Bristol, o Ritz, o Plaza Athenée e o Georges 5º), o Le Royal Monceau reabriu as sua portas no final de 2010. Totalmente reformado pelo famoso designer Philippe Stark (há pessoas que não gostam do seu trabalho, eu confesso que sou fã!), o hotel não pode ser comparado com nenhum outro em Paris. Além da decoração ultra-moderna de Stark, o hotel conta com uma livraria, um SPA da Clarins, uma galeria de arte e um pequeno cinema, com guloseimas desenvolvidas por ninguém menos que Pierre Hermé, o mestre da atual pâtisserie francesa. Mas tudo isso tem um custo! O quarto mais barato não sai por menos de 650 euros.

Mas para nós reles mortais, há esperança!!!. Desenvolvido também por Stark, o hotel Mama Shelter surgiu do conceito que design não necessariamente tem que custar caro. Este hotel oferece quartos a partir de 79 euros além de um ótimo restaurante. A localização não é a melhor que você poderia estar em Paris (é um pouco afastado do centro), mas sem dúvida você irá dormir com estilo.

Bon Voyage!

Tauan

–          Le Royal Monceau

37 Avenue Hoche, 75008 Paris – Tel:01 42 99 88 00

www.leroyalmonceau.com

–          Mama Shelter

109 Rue de Bagnolet,  75020 Paris – Tel:01 43 48 48 48

www.mamashelter.com

3 Comentários

Arquivado em Hotel, Paris