Caminho da Índia! Parte II

JAIPUR:

Centro de Jaipur

Para sair de Agra e seguir rumo à capital do Rajastão, Jaipur, infelizmente, a melhor maneira é via terrestre. Os vôos que fazem esse trecho normalmente atrasam muito ou são cancelados de última hora. Então, para você não ser pego de surpresa, o jeito é respirar fundo e encarar os poucos 230km de estrada que serão realizados em longas 6 horas de viagem! Bem-vindos a Índia!

Centro de Jaipur

Centro de Jaipur

Jaipur é conhecida como a cidade rosa. Cá entre nós, está mais para terracota desbotada, mas tudo bem! Confesso que fui a Jaipur completamente leigo. Tinha lido pouco sobre o lugar e o meu conhecimento limitava-se às descrições dos guias de viagem como a capital do estado dos Marajás e a cidade rosa da Índia. Logo me veio à cabeça a imagem, quase lúdica, de uma cidade pequena, com palácios e ruelas. As expectativas foram um pouco altas demais!

Centro de Jaipur

Claro, a cidade é rosa, pelo menos o centro antigo. Mas posso dizer que em termos de limpeza e organização, a favela da rocinha dá de mil a zero.  Somente a fachada do Hava Mahal ou  Palácio Dos Ventos e do mercado central são dignos de elogios, mas só!

Outra famosa atração da cidade é o Amber Fort. O forte construído no ano de 1727 impressiona pelo tamanho e pelos detalhes de sua construção. Turista ou não, o grande programa é subir o palácio na garupa de um Elefante!

Amber Fort Jaipur

Onde Ficar:

Uma ida a Jaipur já vale, caso você possa ficar no Rajvilas. Uma espécie de oásis no meio da cidade. O hotel é realmente impressionante e está sempre na lista dos melhores hotéis segundo a Cond Nast Traveller. A experiência ainda é melhor caso você fique em uma das tendas inspiradas nos antigos abrigos de caça dos Marajás.

Oberoi Rajvilas

Oberoi Rajvilas

UDAIPUR:

Cidade de Udaipur

Vista do palácio de Udaipur

A viagem segue pra Udaipur, localizada à 1 hora de vôo de Jaipur.  Conhecida como a “cidade dos lagos”, ou ainda como a “Veneza do Oriente”, Udaipur é considerada uma das cidades mais rica da Índia, e a sua população de 500 mil habitantes é bem pequena para os padrões do país. De todas as paradas da viagem, esta, sem dúvida, foi a cidade com a menor concentração de vacas nas ruas!

Cidade de Udaipur

O principal lago da cidade é o Pichola onde está localizado um dos hotéis mais luxuosos da cidade, o Taj Lake Palace. Por ser uma cidade altamente turística, muitos dos palácios da cidade foram convertidos em hotéis.

Taj Lake Palace Udaipur

Taj Lake Palace

 A grande atração da cidade é o complexo do City Palace, que iniciou a sua construção em 1559. Além disso, a cidade oferece diversas opções de artesanatos em mármore branco, a grande riqueza local. Uma cidade tipicamente indiana, sem a confusão e o caos indiano. Uma cidade que vale a visita!

Onde Ficar:

A competição é acirrada. Difícil determinar o melhor da cidade. A briga fica sempre  entre o Taj Lake Palace e o Udaivilas. Eu fico com o Udaivilas! O hotel, localizado à beira do lago Pichola, tem uma das mais belas vistas da cidade. Além de contar com um serviço impecável e um dos melhores spas da Ásia.

Oberoi Udaivilas

Oberoi Udaivilas

Oberoi Udaivilas

Quarto com piscina privada!

PENCH NATIONAL PARK:

 

Pench National Park

De Udaipur seguimos rumo ao Parque Nacional de Pench, terra dos tigres de   Bengala. Poucas pessoas sabem, mas é possível fazer uma experiência de Safári em plena terra de Ghandi. Mas para chegar requer um pouco de esforço.  Primeiramente é preciso voar de volta para Jaipur e de lá pegar uma conexão para a cidade de Nagpur. De lá, o percurso de 4 horas é feito de carro até o coração da reserva de Pench.

Pench National Park

Sem dúvida o parque nacional mais famoso do país é o Rathambore. Mas, no momento de escolhermos o local do safári, o nosso consultor de viagem nos alertou que o Rathambore estava mais para um safári na África do Sul e o parque de Pench, para um safári no Quênia. Isto quer dizer, mais preservado.

O Lodge escolhido foi Baghvan Pench, de propriedade da maior e melhor operadora de lodges da Africa, a &beyond. Como todo safári, o sistema é de pensão completa, com direito a 2 games por dia. Todos os bangalôs contam com um banheiro interno e outro externo, além de um terraço onde você pode dormir escutando todos os barulhos da floresta. Algo que eu não recomendo muito. Garanto, os barulhos são muitos!

&Beyond Lodge Baghvan Pench

&beyond lodge Baghvan Pench

Pench National Park

Devo dizer que a experiência de um safári na Índia é altamente válida para quem nunca teve fez um safári na África antes. Se não for este o seu caso, provavelmente o passeio será um pouco monótono! A quantidade de animas é infinitamente inferior ao visto na África e você terá que ter muita sorte para ver um tigre. Nos dois dias em que ficamos lá, ou seja, 4 games,  conseguimos avistar um tigre somente uma única vez!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Índia, Hotel, Jaipur, Pench National Park, Udaipur

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s